Trabalhadores recorrerá a procurador federal para garantir empregos em Itinga no vale do jequitinhonha

No último dia 18, dezenas de trabalhadores da empresa Gemco minerais comercio e importação passaram a viver um drama em suas vidas, reunidos em assembléia receberam o comunicado do diretor da empresa, Dr. Amílcar Afguony, que a partir daquele dia, a empresa que já estava com a sua produção paralisada a vários dias, não tinha outra alternativa senão colocar todos os seus trabalhadores de férias e uma posterior demissão coletiva; “A empresa tentou por diversas vezes mudar a situação com o pedido de revisão do termo de ajuste de conduta firmado, infelizmente o procurador Dr. Renato Dal Ross não cedeu em pelo menos três pontos, justamente aqueles, quais tornaria inviável qualquer atividade, e, entre os pontos, o principal já havíamos tentado fazer anos anteriores ao pedido da justiça. Vocês trabalhadores sabem que o separação do material que aqui lavramos, somente nesta atual forma possibilita a sua separação.” Alegou o Dr. Amílcar.

Ironicamente tudo ocorreu justamente no momento em que a empresa comprou máquinas e veículos, abriu novos empregos e avistava perspectivas de investimentos e crescimento.

Estes trabalhadores que acompanham o drama vivido por agricultores em decorrência da seca, a aflição de garimpeiros em conseqüências das multas ambientais, irão engrossar as estatísticas do desemprego e consequentemente contribuirá para cair a renda per capita da cidade de Itinga, qual já tem um dos piores indicadores sociais do estado de Minas Gerais.

“- Será muito ruim para o comercio de Taquaral, os trabalhadores da Gemco minerais são os pilares de sustentação deste pequeno povoado. O que vão fazer agora?” Essa foi a indagação do comerciante Severo Luís.

O nosso vale é mesmo abandonado, certamente o procurador desconhece a história de pobreza desta região, quantos pais de familia aqui agora estão sem chão. Na tentativa de garantir os seus empregos, os trabalhadores da Gemco vão fazer um abaixo assinado para enviar ao procurador regional do trabalho da 3ª região, senhor Renato Dal Ross, onde vão pedir ao procurador a revisão do termo de ajuste de conduta firmado pela Gemco minerais exportação e importação ltda com o propósito de manter os seus respectivos empregos

Máquina e trabalhador da Gemco Minerais estão parados.

Anúncios
Esse post foi publicado em educação, entretendimento, https://edivaldopego.wordpress.com/, https://edivaldopego.wordpress.com/wp-admin/post.php?post=99&action=edit, meio ambiente, Notícias, opinião, política, Religião, Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s